Fabricação Novas técnicas no cultivo nacional do lúpulo

Novas técnicas no cultivo nacional do lúpulo

138

A produção é grande nos EUA e Alemanha, por muito tempo duvidou-se de que pudesse dar certo no Brasil, mas graças ao esforço de agricultores e pesquisadores, campos da planta literalmente florescem no país, com o cultivo de diversos tipos.

novas técnicas que estão favorecendo a cultura em solo nacional e os campos de lúpulos se espalharam pelo país.

O Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja no mundo, e nos últimos anos, desenvolvemos novas técnicas que estão favorecendo a cultura em solo nacional e os campos de lúpulos se espalharam pelo país. Atualmente, a Associação Brasileira de Produtores de Lúpulo (Aprolupulo) tem 160 agricultores.

Iluminação dos campos

As fazendas que investiram na cultura do lúpulo no interior de São Paulo, viram que era necessário iluminar a plantação para que o lúpulo cresça e dê flores, diferentemente do que ocorre nos principais países produtores.

Os EUA e a Alemanha, por exemplo, ficam em regiões do planeta onde os dias de verão são mais longos do que no Brasil. Portanto, o lúpulo aproveita esse chamado “fotoperíodo” para subir e dar flores antes de o inverno chegar.

Já no Brasil, por causa da posição geográfica do Brasil, não há tantas horas de luz solar durante a etapa de desenvolvimento da planta. Por isso, se nada for feito, ela vai rastejar no chão e não vai conseguir subir

Mas por aqui a técnica de enganar a planta com luz artificial deu certo e produtividade aumentou 70% com safras por 2 vezes ao ano.

Já há estudos sobre a aplicação de hormônios como alternativa à iluminação.

Nutrição

Para um bom crescimento do lúpulo, a nutrição também ajuda. Em Fartura, os agricultores fazem a irrigação com fertilizantes.

A média nacional para um lúpulo maduro gira em torno de 200 gramas de cones secos por planta, longe dos 800 gramas da Alemanha e dos EUA. Mas alguns agricultores brasileiros já estão encostando nos gringos. A Fazenda Fartura, por exemplo, chegou aos 500 gramas por planta, em uma safra só.

Benefícios para o mercado

Além de gerar renda para os agricultores, a produção nacional de lúpulo pode ajudar os cervejeiros a reduzir custos. Para fortalecer essa cadeia, profissionais têm se especializado desde à produção de mudas até a análise de qualidade do produto.

De acordo com o levantamento, em 2020 existiam 75 mil plantas de lúpulo no Brasil em 25 hectares de área plantada. Entre as principais cultivares, estão a Casacade, Chinook e Columbus. Os maiores estados produtores são Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerias.

Luca Fernandes é Publicitário com experiência de 20 anos em comunicação, com passagem por revistas e agências de propaganda voltadas ao trade marketing, varejo, setor supermercadista, agropecuário e distribuição cinematográfica.