Cervejarias Cervejaria Cathedral

Cervejaria Cathedral

300

Cidade: Maringá

A história da Cervejaria Cathedral teve seu início em meados de 2012. Em 1º de maio de 2014 realizamos a primeira produção em fábrica própria, possuindo como foco comercial a distribuição de cervejas engarrafadas.

Os resultados provenientes da dedicação e estudo começaram a dar sinais de vida com a excelente aceitação do público, além dos primeiros prêmios recebidos, momento em que a marca se fortalecia, ganhando mais apreciadores e nos mostrando que o foco na produção local seria uma boa continuidade para o propósito “mudar o hábito de consumo de cervejas das pessoas.”

Recebemos o título de melhor cervejaria do Brasil por três anos consecutivos, em 2018, 2019 e 2020, resultado obtido pelo Concurso Brasileiro de Cervejas, realizado em Blumenau – SC. A visibilidade alcançada com os títulos foi recebida com orgulho pelos maringaenses e também trouxe novos interessados em conhecer as cervejas produzidas pela Cathedral, o que leva à fase atual da marca, com a retomada da venda de cervejas em latas e barris para além das fronteiras de Maringá e do estado.

Além de produções em fábrica própria, utilizamos também indústrias de terceiros para suprir a demanda de estilos com maior volume comercial, o que também viabiliza o envase de cervejas em latas. Contamos com a parceria de distribuidores especializados no mercado de cervejas especiais, que desde o início de 2019 nos ajudam na disseminação dos produtos, que são comercializadas vivos (não-pasteurizados) em latas e barris para outros estados.

O lema “RESPEITE E CERVEJA” é a base para a criação das receitas e controle de processos de fabricação para todos os nossos produtos.

Nossas Cervejas

Green City – New England IPA
IBU: 50 | ABV: 6,2%
NEIPA, também conhecida por Hazy IPA ou Juicy IPA, trata-se de uma cerveja turva que conta com adições de lúpulo superiores aos de uma IPA tradicional, além de técnicas de produção que acentuam ainda mais suas características sensoriais: um prato cheio para os amantes de lúpulo.

Easy Lager – Premium Lager
IBU: 12 / ABV: 4,6%
De coloração dourada e colarinho branco, a Easy Lager é uma cerveja refrescante e que mata a sede. Conta com final seco e bem definido. Tais características contribuem para uma cerveja leve e fácil de beber.
PREMIAÇÕES:
Concurso Brasileiro de Cervejas 2020 – Medalha de Prata

Cathedral Dubbel – Belgian Dubbel
IBU: 25 | ABV: 6,7%
Clássico estilo trapista apresentando intenso aroma de frutas secas, caramelo e cacau, junto ao caráter frutado da levedura belga. O sabor acompanha o aroma trazendo também um amargor moderado e um sutil sabor de lúpulo, dando destaque para o malte e a levedura. Corpo médio e carbonatação moderada, com retrogosto levemente alcoólico que é marca característica do estilo.
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Prata

Belladonna – Belgian Table Beer
IBU: 15 | ABV: 5,2%
Uma autêntica cerveja belga com adição de coentro. De coloração clara, carbonatação média e corpo baixo, ela possui um suave caráter de malte, que combinado com seu baixo amargor faz dela uma cerveja leve e refrescante.
PREMIAÇÕES:
Concurso Brasileiro de Cervejas 2019 – Medalha de Prata
Concurso Brasileiro de Cervejas 2017 – Medalha de Ouro
Concurso Brasileiro de Cervejas 2016 – Medalha de Prata

Destemida – American Pale Ale
IBU: 35 | ABV: 5,6%
Sua maltosidade moderada suporta a apresentação do lúpulo, além de apresentar pequeno caráter de maltes especiais, como pão e biscoito. A Destemida conta com a adição dos lúpulos Amarillo, Cascade e Chinook. Uma American Pale Ale clássica.

Yellowspício – Session Rye IPA
IBU: 30 | ABV: 5,3%
Esta cerveja possui aromas cítricos e de frutas tropicais, característicos de uma IPA americana, porém com amargor e álcool menos evidentes. O centeio contribui para um corpo aveludado e licoroso, marca registrada deste estilo.
PREMIAÇÕES:
Concurso Brasileiro de Cervejas 2021 – Medalha de Bronze
Concurso Brasileiro de Cervejas 2019 – Medalha de Prata
Concurso Brasileiro de Cervejas 2018 – Medalha de Prata

Serena Session – Session IPA
IBU: 30 | ABV: 4,8%
O propósito de uma cerveja “session” é inserir as características de sabor e aroma do estilo original em uma bebida menos alcoólica e amarga. Uma excelente opção um pouco mais leve para quem curte uma boa IPA. Cerveja clara, de corpo baixo e aroma intenso de frutas tropicais.
PREMIAÇÕES:
Concurso Brasileiro de Cervejas 2018 – Medalha de Ouro

Cathedral IPA – American India Pale Ale
IBU: 70 | ABV: 7,2%
Intenso aroma e sabor de lúpulo com caráter cítrico, resinoso e de frutas tropicais, como o maracujá e tangerina. Um leve dulçor de malte pode ser encontrado em segundo plano, contrastando com o amargor potente. Possui corpo médio baixo e carbonatação moderada. É a mais pedida da casa.

Nitro Stout – Dry Stout
IBU: 30 | ABV: 4,2%
Aromas proeminentes de café e malte torrado, com toque sutil de chocolate em segundo plano. Moderadamente tostado, o sabor dos cereais é nítido. Amargor de lúpulo médio e final seco. Cerveja servida no nitrogênio, que contribui para a sua cremosidade e leveza.

Cathedral Weiss – German Weizen
IBU: 10 | ABV: 5,2%
No aroma temos um equilíbrio entre fenólico (cravo) e ésteres frutados (banana). O suave sabor do trigo – semelhante a pão ou cereais – é complementar, assim como um leve adocicado do malte Pilsen, que integra a receita. Sabor e aroma de lúpulos ausente.
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Bronze

Aurora – Fruit Beer c/ Framboesa
IBU: 18 | ABV: 4,7%
A Aurora é uma American Wheat que conta com uma generosa adição de framboesa. Bastante refrescante, leve acidez e notas frutadas que persistem a cada gole. Ah, já falamos que ela é rosa? Aproveite!

Thelma Zora – Munich Dunkel
IBU: 22 | ABV: 5,3%
No aroma temos o dulçor rico do malte Munich, como crosta de pão tostado, nozes e toffee. Sua coloração, que vai do cobre profundo ao marrom escuro, é dominada pelo sabor profundo dos maltes, com tons de caramelo suave e chocolate. Possui corpo médio, sem ser pesada, e uma carbonatação moderada.
PREMIAÇÕES:
World Beer Awards 2020 – Medalha de Bronze
Concurso Brasileiro de Cervejas 2019 – Medalha de Ouro

Erudita – Witbier
IBU: 13 | ABV: 5,2%
Uma ale belga refrescante a base de trigo. Estilo de cerveja com 400 anos de idade e que morreu nos anos 50. Foi, mais tarde, ressuscitada por Pierre Celis em Hoegaarden e cresceu firmemente em popularidade com o tempo. nossa versão conta com adições de coentro, cascas de laranja, flor de camomila e capim cidreira.

Nunca Fui Santa – American Blonde Ale
IBU: 19 | ABV: 5,1%
Cerveja clara e leve com um amargor moderadamente baixo. Single hopping do lúpulo Ekuanot, variedade americana que era conhecida como Equinox. Os maltes e lúpulos estão em equilíbrio. Corpo leve, carbonatação média e um final seco fazem desta cerveja uma ótima pedida para acompanhar porções.
PREMIAÇÕES:
Concurso Brasileiro de Cervejas 2020 – Medalha de Ouro

Devaneio – Swedish Gotlandsdricke
IBU: 15 | ABV: 5,0%
Estilo sueco de cerveja que há muito foi esquecido, mas permanece classificado como estilo histórico devido à sua importância regional nos países escandinavos. Leva em sua composição uma quantidade generosa de zimbro e malte defumado. A fermentação é neutra e favorece os aromas e sabores de malte e do zimbro. Muito equilibrada e refrescante.
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Ouro
Concurso Brasileiro de Cervejas 2021 – Medalha de Bronze
Concurso Brasileiro de Cervejas 2019 – Medalha de Ouro
Concurso Brasileiro de Cervejas 2018 – Medalha de Ouro

Farol Baixo – Altbier
IBU: 26 | ABV: 5,5%
Apesar de incomum, esta é uma Ale alemã que traz poucos aromas e sabores oriundos da levedura. O destaque vai para o marcante perfil maltado, que aliado à lupulagem de variedades nobres alemãs fazem da Farol Baixo um digno exemplar das cervejas de Düsseldorf (cidade originária do estilo).
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Bronze
Concurso Brasileiro de Cervejas 2020 – Medalha de Ouro

Cathedral Tripel – Belgian Tripel
IBU: 34 | ABV: 7,5%
Predominam aromas frutados e de especiarias, originários da cepa de levedura trapista utilizada e leve aroma de lúpulos nobres. O sabor acompanha o aroma evidenciando leve calor alcoólico, característico do estilo. O amargor é moderado e equilibra o dulçor de maltes. Final seco e retrogosto prolongado.
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Prata
Concurso Brasileiro de Cervejas 2021 – Medalha de Bronze
Concurso Brasileiro de Cervejas 2020 – Medalha de Ouro
World Beer Awards 2020 – Medalha de Bronze
Concurso Brasileiro de Cervejas 2019 – Medalha de Prata
World Beer Awards 2019 – Medalha de Prata

Pimp My Pumpkin – Pumpkin Ale
IBU: 15 | ABV: 6,5%
Uma autêntica Pumpkin Beer. Leva purê de abóbora moranga em sua receita, além de especiarias como cravo, canela, gengibre, noz-moscada e pimenta-da-jamaica. Possui baixo amargor e tonalidades de laranja queimado. Apresentamos a vocês um doce de abóbora líquido.
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Prata

Cathedral Belgian Blond – Belgian Blonde Ale
IBU: 20 | ABV: 7,0%
Os cervejeiros belgas tornaram-se famosos por sua criatividade e ousadia na elaboração de receitas. O que fizemos aqui foi pegar um estilo muito conhecido na Bélgica e trazê-lo para seu copo. Elaborada com uma das mais nobres leveduras belgas, que contribuem para este aroma marcante, esta cerveja trará anseio pelo próximo gole.
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Prata

Libertina – French Saison
IBU: 22 | ABV: 6,6%
Uma Saison clássica, fermentada em temperaturas um pouco mais altas que o convencional para propiciar a formação de compostos de aroma e sabor característicos do estilo. A receita leva malte de trigo e uma quantidade moderada de lúpulos eslovenos e tchecos, mas a complexidade fica por conta da levedura.
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Ouro
Concurso Brasileiro de Cervejas 2019 – Medalha de Prata

Monarca – Dortmunder Export
IBU: 26 | ABV: 5,2%
Lager alemã de cor dourado profundo, bem equilibrada e corpo médio. Destaque para o corpo maltado firme e um leve dulçor residual de malte para complementar a presença marcante de lúpulos nobres alemães. Historicamente, foi desenvolvida na cidade de Dortmund (Alemanha) em meados de 1870, em resposta às cervejas Pilsner claras e rapidamente se tornou popular na região.
PREMIAÇÕES:
Brasil Beer Cup 2022 – Medalha de Bronze
Concurso Brasileiro de Cervejas 2021 – Medalha de Ouro
Concurso Brasileiro de Cervejas 2018 – Medalha de Ouro

Serviço

Endereço: Av. Dr. Alexandre Rasgulaeff, 5733 – Maringá
(44) 3246-2796
contato@cervejariacathedral.com.br
Luca Fernandes é Publicitário com experiência de 20 anos em comunicação, com passagem por revistas e agências de propaganda voltadas ao trade marketing, varejo, setor supermercadista, agropecuário e distribuição cinematográfica.